Família

Oração do Papa: pelas famílias

por Andre Luiz, 2 de junho de 2022, 0 Comentários(s)

No mês em que a Igreja Católica promove o X Encontro Mundial das Famílias, a intenção do Papa Francisco é pelas famílias cristãs de todo o mundo. O vídeo com o pedido de oração foi publicado nesta quinta-feira (2). A peça foi produzida pela Rede Mundial de Oração do Papa com a colaboração do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.

“A família é o lugar onde aprendemos a viver juntos, a conviver com os mais novos e os mais velhos. E, ao estarmos unidos, jovens, idosos, adultos, crianças, ao estarmos unidos nas diferenças, evangelizamos com o nosso exemplo de vida”, destacou.

O Papa Francisco ainda ressaltouo que não existe a família perfeita e que isso não é um problema. “Não devemos ter medo dos erros; devemos aprender com eles para podermos avançar. Não esqueçamos que Deus está conosco: na família, no bairro, na cidade onde vivemos, Ele está conosco. E Ele se preocupa conosco, está sempre conosco no vaivém do barco agitado pelo mar: quando discutimos, quando sofremos, quando estamos felizes, o Senhor está lá, nos acompanha, ajuda, corrige”, disse.

A família como caminho de santidade


O Papa recorda ainda que, para além do seu grande valor humano, a família é também valiosa do ponto de vista da fé. “O amor na família é um caminho pessoal de santidade para cada um de nós. Foi por isso que o escolhi como tema para o Encontro Mundial das Famílias deste mês. Rezemos pelas famílias cristãs de todo o mundo, por cada uma e por todas as famílias para que, com gestos concretos, vivam a gratuidade do amor e a santidade na vida cotidiana”, afirmou.

Por sua vez, o prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida, cardeal Kevin Farrell, falou sobre as famílias que crescem no caminho da santidade: “A [Exortação Apostólica] Amoris laetitia lembra-nos, e não devemos ter medo das dificuldades. Todas as famílias têm preocupações, sofrimentos, mas também alegrias e esperanças. São as relações amorosas entre cônjuges, pais, filhos e avós que os tornam caminhos de santidade, feitos de simples gestos diários, que pouco a pouco tornam extraordinários os momentos comuns”, apontou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *