Família

Vaticano divulga texto de trabalho do Sínodo dos Bispos sobre a Família

por Pastoral Familiar, 26 de junho de 2014, 0 Comentários(s)

capasitevatican

Por Assessoria de Imprensa CNPF

Com mais de 45 páginas, o Instrumento de trabalho da 3ª Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos Sobre a Família apresenta panorama das respostas da pesquisa aplicada as dioceses de todo o mundo sobre “os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. O material foi apresentado hoje, 26 de junho, na Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano. O Sínodo convocado pelo papa Francisco acontecerá em outubro próximo.

O Instrumento é dividido em três partes, são elas: “Comunicar o Evangelho da família hoje”, “A Pastoral da Família face aos novos desafios” e “A abertura à vida e a responsabilidade educativa”, com algumas páginas de conclusão.

A primeira parte do texto trata o desígnio de Deus, o conhecimento bíblico e magisterial e a sua recepção, a lei natural e a vocação da pessoa em Cristo. Já a segunda, aborda os desafios relacionados à família, como uniões civis, casais separados e divorciados, entre outras. A terceira parte apresenta temáticas relativas à abertura à vida, como o conhecimento e as dificuldades na recepção do magistério e sugestões pastorais.

O documento será encaminhado às conferências episcopais para estudo e avaliação, com a proposta de suscitar questões pastorais a serem debatidas e aprofundadas durante os trabalhos da Assembleia Extraordinária e depois na ordinária marcada para o período de 4 a 25 de Outubro de 2015, no Vaticano, cujo tema será “Jesus Cristo revela o mistério e a vocação da família”.

Confira os capítulos do Instrumento de trabalho e baixe o texto completo AQUI:

I PARTE

COMUNICAR O EVANGELHO DA FAMÍLIA HOJE

Capítulo I

O desígnio de Deus sobre matrimónio e família

A família à luz do dado bíblico (1-3)

A família nos documentos da Igreja (4-7)

Capítulo II

Conhecimento e recepção da Sagrada Escritura e dos documentos da Igreja sobre matrimónio e família(8)

O conhecimento da Bíblia sobre a família (9-10)

Conhecimento dos documentos do Magistério (11)

A necessidade de sacerdotes e ministros preparados (12)

Acolhimento diversificado do ensinamento da Igreja (13-14)

Alguns motivos da dificuldade de recepção (15-16)

Promover um melhor conhecimento do Magistério (17-19)

Capítulo III

Evangelho da família e lei natural

O nexo entre Evangelho da família e lei natural (20)

Problemática da lei natural hoje (21-26)

Contestação prática da lei natural sobre a união entre homem e mulher (27-29)

Desejável renovação da linguagem (30)

Capítulo IV

A família e a vocação da pessoa em Cristo

A família, a pessoa e a sociedade (31-34)

À imagem da vida trinitária (35)

A Sagrada Família de Nazaré e a educação para o amor (36-38)

Diferença, reciprocidade e estilo de vida familiar (39-42)

Família e desenvolvimento integral (43-44)

Acompanhar o novo desejo de família e as crises (45-48)

Uma formação constante (49)

II PARTE

A PASTORAL DA FAMÍLIA FACE AOS NOVOS DESAFIOS

Capítulo I

A pastoral da família: as várias propostas em acção

Responsabilidade dos Pastores e dons carismáticos na pastoral familiar (50)

A preparação para o matrimónio (51-56)

Piedade popular e espiritualidade familiar (57)

O apoio à espiritualidade familiar (58)

O testemunho da beleza da família (59-60)

Capítulo II

Os desafios pastorais da família(61)

a) A crise da fé e a vida familiar

A acção pastoral na crise de fé (62-63)

b) Situações críticas internas à família

Dificuldades de relação / comunicação (64)

Fragmentação e desagregação (65)

Violência e abuso (66-67)

Dependências, mass media e social networks (68-69)

c) Pressões externas à família

A incidência do trabalho sobre a família (70-71)

O fenómeno migratório e a família (72)

Pobreza e luta pela subsistência (73)

Consumismo e individualismo (74)

Contratestemunhos na Igreja (75)

d) Algumas situações particulares

O peso das expectativas sociais sobre o indivíduo (76)

O impacto das guerras (77)

Disparidade de culto (78)

Outras situações críticas (79)

Capítulo III

As situações pastorais difíceis

A. Situações familiares (80)

As convivências (81-82)

As uniões de facto (83-85)

Separados, divorciados e divorciados recasados (86)

Os filhos e quantos permanecem sozinhos (87)

As mães solteiras (88)

Situações de irregularidade canónica (89-92)

Sobre o acesso aos sacramentos (93-95)

Outros pedidos (96)

Sobre os separados e os divorciados (97)

Simplificação das causas matrimoniais (98-102)

A atenção às situações difíceis (103-104)

Não-praticantes e não-crentes que pedem o matrimónio (105-109)

B. Sobre as uniões entre pessoas do mesmo sexo

Reconhecimento civil (110-112)

A avaliação das Igrejas particulares (113-115)

Algumas indicações pastorais (116-119)

Transmissão da fé às crianças em uniões de pessoas do mesmo sexo (120)

III PARTE

A ABERTURA À VIDA E A RESPONSABILIDADE EDUCATIVA

Capítulo I

Os desafios pastorais acerca da abertura à vida(121-122)

Conhecimento e recepção do Magistério sobre a abertura à vida (123-125)

Algumas causas da difícil recepção (126-127)

Sugestões pastorais (128)

Sobre a prática sacramental (129)

Promover uma mentalidade aberta à vida (130-131)

Capítulo II

A Igreja e a família diante do desafio educativo

a) O desafio educativo em geral

O desafio educativo e a família hoje (132)

Transmissão da fé e iniciação cristã (133-134)

Algumas dificuldades específicas (135-137)

b) A educação cristã em situações familiares difíceis (138)

Uma visão geral da situação (139-140)

Os pedidos dirigidos à Igreja (141-145)

As respostas das Igrejas particulares (146-150)

Tempos e modos da iniciação cristã das crianças (151-152)

Algumas dificuldades específicas (153)

Algumas indicações pastorais (154-157)

CONCLUSÃO (158-159)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.