Igreja

Santa Mônica e Santo Agostinho nos ensinam sobre como ser famílias cristãs

por Andre Luiz, 27 de agosto de 2021, 10 Comentários(s)

No fim do mês das vocações, comemorado durante todo o mês de agosto, celebramos nesta sexta-feira (27) e sábado (28), Santa Mônica e Santo Agostinho, respectivamente, que nos ajudam a ver a importância da oração e de conduzir os filhos nos caminhos de Deus. Mônica se tornou a padroeira das mães cristãs e Agostinho é bispo e doutor da Igreja.

Santa Mônica nasceu em Tagaste, atual Argélia, na África, em 331. Ainda jovem e por um acordo dos seus pais, casou-se com Patrício, um homem violento e mulherengo. Suportando tudo no silêncio e mansidão, encontrava o consolo nas orações que elevava a Cristo e à Virgem Maria pela conversão do esposo, que mudou de vida, batizou-se e morreu como bom cristão.

Já o filho mais velho, Agostinho, nasceu em 354, tinha atitudes egoístas, caprichosas e não se aproximava da fé. Pela sua conversão, Santa Mônica rezou durante 33 anos.

Agostinho era de grande capacidade intelectual, seguiu diversas correntes filosóficas e tinha um profundo conhecimento em retórica. Depois de passar por Roma, foi para Milão, onde conseguiu o cargo de professor em uma importante universidade. Em Milão começaria também sua busca por respostas que a vida intelectual não oferecia. Abraçou o maniqueísmo e rejeitava a proposta da fé cristã.

Mônica não desistiu e viajou atrás de seu filho. A conversão de Agostinho ocorreu com a influência de Santo Ambrósio de Milão. Em 387, o santo foi batizado na Páscoa e sua mãe sentiu que a missão havia sido realizada. No mesmo ano, mãe e filho decidiram voltar para a terra natal, mas, chegando ao porto de Óstia, perto de Roma, Mônica adoeceu e logo depois faleceu, em 27 de agosto de 387.

Agostinho é considerado o maior dos Padres da Igreja Ocidental, exerceu uma enorme influência na formação da teologia cristã e da civilização ocidental. Nada disso teria acontecido se sua mãe não tivesse insistido nas orações. Sobre sua mãe, Santo Agostinho escreveu: “Ela me gerou seja na sua carne para que eu viesse à luz do tempo, seja com o seu coração para que eu nascesse à luz da eternidade”.

Comentários

  1. Nivio José Moreira disse:

    Ótimo

  2. ELISABETH ARBEX SAVARESE disse:

    Santa Mônica Santo Agostinho rogai por mim pelos meus filhos e pela minha família amém

  3. ELISABETH ARBEX SAVARESE disse:

    Santa Mônica Santo Agostinho rogai por mim pelos meus filhos e pela minha família amém

  4. Bem aventurado seja o poder de Santo Agostinho
    Que esteja presente na vida dos meus filhos.
    E ilumine minha família

  5. Bem aventurados seja santa Agostinho e santa Mônica

  6. Valdeci de Oliveira Rodrigues disse:

    Santa Mônica intercede junto a Deus pelo meu filho Gustavo Rodrigues e meu neto Luiz Gustavo Camargo Rodrigues.Eu não vou me cansar, vou orar sem parar até a conversão deles.Obrigado senhor Jesus

  7. Regiane Taveira Pereira disse:

    Santa Monica rogai por nós. Reconstitua minha família.

  8. Ivanildo clementino da Silva disse:

    Santa Mônica rogai pela minha família.
    Para o senhor Jesus convertam a todos minha esposa e minhas filhas. Amém

  9. Te pesso Santa Mônica que vós abençoe e interceda por meus filhos principalmente por (André Maurício Cunha de Medeiroseesso por sua Libertação do vício das drogas. Pesso por
    Júlio Márcio Cunha de Medeiros Marcelo Júnior Cunha de Medeiros Eliana Cunha de Medeiros. é meus netos e meus Bisnetos. Gratidão Santa Mônica assim como tu intercedeu pelo teu filho Santo Agostinho. Que assim seja Amém. 🙏

  10. Shirley disse:

    Santa Mônica intercede junto a Deus pelo meu filho Harisson e walison e Marcelo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *