Eventos

X Encontro Mundial das Famílias

por Luiz Lopes, 11 de fevereiro de 2022, 2 Comentários(s)

O Encontro Mundial das Famílias é uma iniciativa da Igreja Católica que nasceu pela vontade de São João Paulo II, em 1994. Naquele ano, as Nações Unidas haviam declarado o “Ano Internacional da Família” e o pontífice quis celebrar também na Igreja a ocasião.

O I Encontro Mundial das Famílias foi realizado em Roma nos dias 8 e 9 de outubro de 1994. Foi promovido, como os seguintes encontros, pelo Pontifício Conselho para a Família, em 2016 o órgão do Vaticano foi suprimido e fundido com o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.

Desde então, a cada três anos e em diferentes lugares do mundo, é realizado um Encontro Mundial das Famílias. O esquema seguido sempre foi semelhante: com um Congresso Internacional Teológico-Pastoral no início e a conclusão, com a presença do Papa, com uma vigília e festa das famílias e com uma grande celebração eucarística final.

A edição de número 10 será realizada de 22 a 26 de junho de 2022, num tempo de esperança e renascimento, por conta da pandemia do novo coronavírus. O evento, por desejo do Papa Francisco, acontecerá de forma inédita e multicêntrica, com iniciativas globais nas dioceses do mundo inteiro, análogas às que, ao mesmo tempo, se farão em Roma. Apesar de Roma sediar o evento, cada diocese pode tornar-se o centro de um Encontro local para as suas famílias e comunidades. Tudo isso com o intuito de permitir a todos de sentirem-se protagonistas, num momento em que ainda é difícil viajar por conta da pandemia.

 “O Amor em família: vocação e caminho da santidade” é o tema do X Encontro mundial das Famílias

Programa completo do evento

O X Encontro Mundial de Famílias , anunciado com uma mensagem de vídeo do Papa Francisco, será realizado de forma “multicêntrica e generalizada” e terá características diferentes em comparação com o eventos dos anos anteriores. O evento, já adiado por um ano devido à pandemia Covid-19, não pode, no entanto, ignorar a mudança do contexto global devido à situação da saúde.

Em Roma haverá, portanto, o evento principal , que contará com a presença dos delegados das Conferências Episcopais de todo o mundo, bem como representantes dos movimentos internacionais envolvidos na pastoral familiar. Cada diocese é ao mesmo tempo convidada a organizar eventos semelhantes em suas comunidades locais.

No Brasil, caberá à Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB através da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) motivar e auxiliar as celebrações diocesanas. Há uma proposta de programação que as Igrejas locais podem adaptar. Além disso, serão transmitidos ao vivo pela internet eventos em Roma e celebrações com o Papa Francisco.

Confira na imagem abaixo a proposta apresentada pela Comissão para os coordenadores, bispos referenciais e assessores da Pastoral Familiar:

Onde será celebrado

Roma

A cidade-sede, Roma, acolherá um pequeno grupo com representantes das conferências episcopais e dos principais movimentos familiares internacionais. Do Brasil, participarão 5 bispos, um padre e 15 casais da Pastoral Familar.

Dioceses

Ao mesmo tempo, em cada diocese, os bispos são motivados a mobilizarem-se em nível local para programar iniciativas similares, a partir do tema do encontro com uso dos símbolos oferecidos pela diocese de Roma. Baixe o guia pastoral e prepare o evento na sua diocese.

Abertura

No dia da abertura em Roma, 22 de junho, a Comissão Vida e Família da CNBB prevê a celebração de uma missa no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP), dando início às atividades no Brasil. A celebração deve ocorrer às 18h, para que também nas dioceses haja a possibilidade de ser realizada a abertura local.

Reflexão sobre os temas

Para os dias seguintes, quando ocorre o Congresso Teológico-Pastoral em Roma, a Comissão sugere a realização de atividades – lives, por exemplo – que favoreçam a reflexão sobre os temas do encontro, como “vocação”, “amor familiar” e “vida e santidade”.

De acordo com o Dicastério e a diocese de Roma, as atividades podem ser realizadas nas dioceses, nas paróquias e em santuários. A motivação é que as celebrações contem com o momento de abertura e de conclusão do Encontro, bem como adoração eucarística e Santa Missa. E indica-se também a oferta de palestras, testemunhos, partilha, e uma festa das famílias, mas “sempre guardando o espírito de liberdade e criatividade das dioceses”

Em Roma, serão realizadas as seguintes conferências, as quais contarão com três painéis cada uma:

  1. Igreja Doméstica e Sinodalidade
  2. Amor em família, maravilhoso e frágil
  3. Identidade e missão da família cristã
  4. O catecumenato matrimonial
  5. A família, o caminho da santidade

Mais detalhes sobre como organizar na sua diocese:

O desenho lembra o formato elíptico da colunata de Bernini na Praça de São Pedro, lugar de identificação por excelência da Igreja Católica, e remete ao seu significado original, que é o abraço acolhedor.

As figuras humanas sob a cúpula e a cruz no topo, representam o marido, a esposa, os filhos, os avós e os netos. Trata-se de evocar a imagem da Igreja como “família de famílias” proposta por Amoris Laetitia. A cruz de Cristo que se eleva ao céu e os muros que o protegem parecem quase sustentados por famílias, autênticas pedras vivas de construção eclesial.

O desenho lembra o formato elíptico da colunata de Bernini na Praça de São Pedro, lugar de identificação por excelência da Igreja Católica, e remete ao seu significado original, que é o abraço acolhedor.

As figuras humanas sob a cúpula e a cruz no topo, representam o marido, a esposa, os filhos, os avós e os netos. Trata-se de evocar a imagem da Igreja como “família de famílias” proposta por Amoris Laetitia. A cruz de Cristo que se eleva ao céu e os muros que o protegem parecem quase sustentados por famílias, autênticas pedras vivas de construção eclesial.

Confira a explicação completa:

Oração

“A oração estará ao centro do caminho de preparação, guiando os trabalhos e inspirando reflexões para discernir, à luz da fé, entre os novos desafios que a pandemia tem trazido às comunidades eclesiais com relação às famílias”, afirma o cardeal-vigário da diocese de Roma, Angelo De Donatis.

Confira a oração:

Hino

Mensagem do Papa

Em mensagem para o encontro, o Papa Francisco incentivou a realização das atividades diocesanas do Encontro Mundial das Famílias

Confira a mensagem em vídeo:

Catequeses

Na preparação para o Encontro Mundial das Famílias, o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida e a Diocese de Roma oferecem um conjunto de catequeses para aprofundamento pessoal, em família e em grupos.

Comentários

  1. Diácono Thiago de Sousa Ribeiro Neto disse:

    Muito bom,

    A Igreja precisa desses momentos de reflexão, por parte de todo povo de Deus, envolvendo todas as Pastorais, movimentos..

  2. JOSE DOS SANTOS SILVA disse:

    Boa noite! Paz e bem!
    Estamos estudando o tema desta edição para realizar um encontro lindo, sobre a proteção de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *