Igreja

Dom Angelo Pignoli torna-se bispo emérito de Quixadá

por Luiz Lopes, 16 de dezembro de 2021, 0 Comentários(s)

O Papa Francisco aceitou, na última quarta-feira, 15 de dezembro, o pedido de renúncia de dom Angelo Pignoli ao governo pastoral da diocese de Quixadá (CE). O bispo completou 75 no início do mês, atingindo a idade na qual os bispos tornam-se eméritos, conforme o Código de Direito Canônico. Dom Angelo é o bispo referencial da Pastoral Familiar no Regional Nordeste 1.

Dom Angelo Pignoli, é italiano, nascido no dia 4 de dezembro de 1946 em Cappella Picenardi (Cremona – Itália). Filho de Carmelo Virginio Pignoli e Maria Paolina Morelli Pignoli, ambos falecidos. Caçula de 5 irmãos e 1 irmã, é irmão do bispo emérito de Campo Limpo (SP), dom Emílio Pignoli.

Aos 14 anos emigrou com sua família, pai e irmãos, para o Brasil, fixando-se no Estado de São Paulo, mais precisamente na zona rural da cidade Cravinhos. Fez os estudos do Ensino Fundamental na Itália e o Ensino Médio e Filosofia no seminário arquidiocesano Maria Imaculada, em Brodowski (SP), na arquidiocese de Ribeirão Preto, e o Curso de Serviço Social na Faculdade UNAERP em Ribeirão Preto.

Realizou os estudos de Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Foi ordenado sacerdote aos 19 de março de 1976 e incardinado na diocese de Franca (SP). Ainda como padre, dom Angelo serviu como promotor vocacional e vigário paroquial da catedral(1976), foi pároco da Paróquia São José de Orlândia (SP), de 1976 a 1988.

Foi também reitor do Seminário Filosófico Regional em Ribeirão Preto (1979-1982). Foi coordenador de pastoral (1984-1988), pároco da catedral de Franca e vigário geral (1988-1992). Pároco da Paróquia Menino Jesus de Praga e Santa Efigênia. Vigário Episcopal para o Caminho Neocatecumenal (1988-2006). Pároco da Paróquia Divino Espírito Santo de Nuporanga e reitor do seminário maior de Franca em Sales Oliveira (1992-1999). Pároco também na paróquia Sant’Ana em Franca (SP) e diretor espiritual do seminário diocesano (2000-2007).

No dia 3 de janeiro de 2007, o Papa Bento XVI o nomeou bispo da diocese de Quixadá (CE), tendo ocorrido a sua ordenação episcopal no dia 11 de março do mesmo ano em Franca, e sua posse como o terceiro bispo diocesano de Quixadá, no dia 25 de março daquele ano.

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas e área interna
Foto: Facebook/Diocese de Quixadá

Agradecimento a dom Angelo Pignoli

A Presidência da CNBB agradeceu a contribuição de dom Angelo à diocese de Quixadá, “cuja caminhada foi impulsionada pelo seu zelo pastoral fazendo com que esta Igreja Particular crescesse sempre mais no anúncio do Reino e na fidelidade a Jesus Cristo”.

“Damos graças a Deus pelo seu cuidado especial com a formação e o dinamismo desta caminhada com a vivência do Triênio Jubilar em celebração aos 50 anos da diocese de Quixadá que se encerra neste ano, tempo marcado pela evangelização e aumento da fé”.

A diocese também homenageou o agora bispo emérito:

Foto de capa: Diocese de Quixadá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *