Família

10 conselhos para pais e filhos crescerem juntos no ambiente familiar

por Andre Luiz, 18 de novembro de 2021, 3 Comentários(s)

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida lançou 10 dicas para pais e filhos crescerem juntos no ambiente familiar. As orientações, chamadas de Decálogo para as Crianças, foram tiradas da Exortação Apostólica Amoris Laetitia, do Papa Francisco. Os conselhos podem ser utilizados por pais e educadores para ajudar as crianças a descobrir a importância do diálogo em família, da fraternidade, do valor de si e do espírito de serviço.

O objetivo da campanha é contribuir na formação e educação das crianças em família, para ajudar os pais a enfrentarem problemas tão comuns na pré-adolescência. “Estes geralmente são causados pela falta de diálogo com os filhos e de um profundo sentimento de solidão da parte das crianças, que, hoje em dia, podem esconder experiências traumáticas, como, por exemplo, o cyberbullying”, disse o Dicastério, em comunicado.

Para conferir os 10 cartões com as dicas – que podem ser compartilhadas nas redes sociais -, acesse: https://bit.ly/3Cse8bx

A iniciativa une-se a outras que reforçam a celebração do Ano Família Amoris Laetitia: o rosário dos namorados, o rosário das famílias, e os 10 vídeos sobre o tema com o Papa Francisco.

Ano Família Amoris Laetitia

O ano Família Amoris Laetitia foi anunciado pelo Papa Francisco no domingo da Sagrada Família (27 de dezembro de 2020) e será realizado de 19 de março de 2021 a 26 de junho de 2022, durante o X Encontro Mundial das Famílias, em Roma, com o Santo Padre.

A exortação apostólica, lançada em 2016, é fruto de dois sínodos sobre a família realizados nos anos de 2014 e de 2015. O documento possui nove capítulos que abordam questões sobre a palavra, a realidade, os desafios e a vocação das famílias, o amor no matrimônio, a fecundidade, a educação dos filhos, a espiritualidade, entre outros temas.

Os objetivos do Ano Família Amoris Laetitia anunciado pelo Papa são: difundir o conteúdo da exortação apostólica; anunciar que o sacramento do matrimônio é um dom; fazer da família protagonista da pastoral familiar; sensibilizar os jovens; e, ampliar o olhar e a ação da Pastoral Familiar.

Durante o Ano Família Amoris Laetitia serão aprofundadas discussões sobre a exortação apostólica e como colocá-las em prática nas paróquias e dioceses, além de interagir com as comissões de Educação, Catequese, Juventude, Laicato e Missionária da CNBB, e as pastorais da Pessoa Idosa e da Criança em vista de um trabalho sinodal.

Saiba mais em www.vidaefamilia.org.br/al

Comentários

  1. Miguel Corrêa Becker disse:

    Gostei muito desse artigo e quero receber mais.

  2. ANA MARIA CONTE ELIAS disse:

    Realmente com essa pandemia,as familias conviveram mais, reaprenderam ou tentam reaprender o verdadeiro significado da vida em familia.

  3. roberto ricardo simões de freire disse:

    Muito e próprio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *