Regionais

Guarapuava (PR) sediou reunião da Comissão Regional da Pastoral Familiar

por Luiz Lopes, 5 de novembro de 2021, 0 Comentários(s)

Nos dias 30 e 31 de outubro, representantes de diversas dioceses do Paraná, realizaram reunião da Comissão Regional da Pastoral Familiar (CRPF-S2), na Casa de Formação São João Diego, em Guarapuava (PR). Desde março de 2020, esta foi a primeira reunião presencial. Mais de 30 pessoas estiveram presentes, entre as quais o bispo de Paranavaí (PR), dom Mário Spaki; o assessor regional da Pastoral Familiar, padre César Antônio Pôggere; o secretário executivo do Regional Sul 2 da CNBB, padre Valdecir Badzinski; o casal coordenador regional da Pastoral Familiar no Paraná, José Lafaete Fernandes e Maria Aparecida Vasco dos Santos; e o bispo de Guarapuava (PR), dom Amilton Manoel da Silva.

Dom Amilton apresentou uma retrospectiva do papel da família na igreja e no mundo. Falou também sobre o que o vírus SARS-CoV 2 causou nas famílias. Segundo ele, “o vírus nos obrigou a realizarmos, dentro das nossas famílias, a igreja doméstica, em que pese o aumento do índice de divórcios e outros malefícios”.

Padre Cesar após destacar a importância das formações a nível provincial, diocesano e paroquial, citou que um dos pedidos da Comissão Nacional da Pastoral Familiar diz respeito é para a realização de visitas aos seminários e também aos bispos, levando a eles, a realidade da Pastoral Familiar.

Claudio e Anézia, casal vice-coordenador do Regional Sul 2, apresentou o tema “A nossa missão é trazer a família de volta à igreja”. E também destacou o Projeto Esperança, que acolhe as mulheres que realizaram aborto ou pensam em abortar. O projeto já está acontecendo na arquidiocese de Londrina e na diocese de Palmas/Francisco Beltrão e, em 2022, ocorrerá capacitação sobre esse projeto em todo o Regional.

Que tipo de Igreja nós somos hoje” foi o tema exposto por Lafaete e Maria, destacando que a Igreja de hoje deve ter unidade, santidade, catolicidade e apostolicidade. Para o padre Valdecir Badzinski “é preciso destacar a importância da família para a Igreja porque a Igreja precisa da família”.

Partilhas das arqui/dioceses

De uma maneira geral, todos os coordenadores falaram sobre as dificuldades, desafios e atitudes durante a pandemia. E apresentaram as programações, atividades em suas províncias e dioceses.

A Província de Cascavel em 2022 realizará formações provinciais. Na Província de Curitiba, há necessidade de reinserir alguns casais que se afastaram. Algumas dioceses deverão iniciar o acompanhamento personalizado aos casais, na dimensão pré-matrimonial. A diocese de Ponta Grossa tem como um dos objetivos para 2022 trabalhar o INAPAF e a dimensão pós-matrimonial, com formação aos leigos.

A arquidiocese de Curitiba conseguiu avançar em alguns projetos, como “Escuta solidária” pelo modo on-line e “Escola Jesus Mestre”, uma formação aos leigos, que vai ao encontro à orientação do Papa Francisco na Exortação Amoris Laetitia e, em 2022, realizará o acompanhamento personalizado aos casais em “nova união”.

O Núcleo de Formação e Espiritualidade-NFE propõe para 2022 a formação de 100% das Províncias Eclesiásticas, 50% das Dioceses e 20% das Paróquias do Regional. Está verificando a possibilidade de disponibilizar o material didático, de forma on-line, para eliminar as despesas de correio e, por conseguinte, baixar os custos do curso. As inscrições para as turmas 2022 do Regional serão efetuadas de 31 de outubro de 2021 até 28 de fevereiro de 2022. O NFE comunicou que, no dia 29 de novembro deste ano, ocorrerá uma homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná ao casal Bosco e Eunides, fundadores do INAPAF.

Perspectivas

Lafaete apresentou o calendário 2022, da Pastoral Familiar do Regional Sul 2 e convidou o casal diocesano de Umuarama, Alvino e Izilde, para atualizar sobre a organização da V Assembleia Ordinária do Regional que ocorrerá nos dias 4 a 6 de novembro de 2022.

No dia 30 às 19h00 aconteceu a celebração eucarística na catedral Nossa Senhora de Belém com a participação da Pastoral Familiar do Regional. O casal coordenador Lafaete e Maria teve a oportunidade de fazer uma mensagem agradecendo a Dom Amilton e também a recepção em Guarapuava.

Por Diácono Juares Celso Krum/Agente de Comunicação da Pastoral Familiar Sul 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *