Igreja

Conheça os novos membros do Dicastério para Leigos, a Família e a Vida

por Pastoral Familiar, 29 de novembro de 2023, 1 Comentários(s)

O papa Francisco acrescentou novos membros ao Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. Entre eles estão dois casais e quatro filiados a movimentos eclesiais. Três acadêmicas e um arcebispo completam a nomeação.

Na lista dos novos membros estão dois novos casais: o professor de finanças Joseph Teyu Chou, e a fundadora e diretora do Centro Pastoral de Casamento e Família da Conferência Episcopal Regional Chinesa de Taiwan, Clare Jiayann Yeh. E os gestores internacionais da pastoral do casamento e da família Amour e Vérité, iniciativa da Comunidade Emmanuel, associação pública de fiéis fundada na França, Benoit e Véronique Rabourdin também foram adicionados. Agora passam a ter três casais entre os 28 membros do escritório da Santa Sé.

O Santo Padre também nomeou associados a movimentos eclesiais, como o diretor do centro internacional do movimento leigo Comunhão e Libertação e membro da Fraternidade Sacerdotal de São Carlos Borromeu, padre Andrea D’Auria.

A presidente da Obra de Maria (Movimento dos Focolares), Margaret Karram, que participou da recente assembleia do Sínodo da Sinodalidade no Vaticano, e o reitor do Universidade do Sagrado Coração, em Roma, administrada pela Opus Dei, padre Luis Felipe Navarro Marfá, também foram nomeados.

Três acadêmicas leigas também estão entre os novos membros: especialista chilena em prevenção de abusos do Chile, Ana María Celis Brunet; a diretora do Centro de Pesquisas e Estudos em Saúde Procriativa da Universidade do Sagrado Coração na Itália, Maria Luisa Di Pietro; e a professora espanhola de direito matrimonial, Carmen Peña Garcia.

Por fim, foi adicionado ao Dicastério o arcebispo de Sevilha, na Espanha, Josep Àngel Saiz Meneses.

O Dicastério

Criado em 2016, quando o papa Francisco combinou os antigos conselhos pontifícios para os leigos e a família. O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida tem a responsabilidade pela promoção da vida e do apostolado dos fiéis leigos, pela pastoral dos jovens, da família e da sua missão, seguindo o plano de Deus e pela proteção e apoio da vida humana.

Comentários

  1. Muito boa matéria, principalmente para nós membros da Pastoral Familiar no Brasil.
    Eu e minha esposa fazemos parte da Pastoral Familiar Regional Sul 2-Londina-PR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *